Sistema de Arquivos FAT32

Sistema de Arquivos é o responsável por gerenciar todo o acesso aos dados de uma mídia, podendo ser o HD, o pendrive, o CD-ROM, etc. O Sistema de Arquivos que conheceremos nesse artigo é o FAT32.

FAT32 é um acrônimo para o termo em inglês File Allocation Table, que em tradução livre pode ser entendido como Tabela de Alocação de Arquivos e o número 32 que o precede é a quantidade de bytes para endereçamento, como veremos mais a frente.

Origem do FAT32

O FAT32 é um sistema que começou a ser utilizado por volta de 1994 no primeiro sistema operacional gráfico da Microsoft, o Windows 95. Depois, foi utilizado também pelos seus sucessores Windows 98 (1997) e Windows Millenium Edition (1999). Após essas versões, começou a ser substituído pelo NTFS, mas ainda assim possui compatibilidade com o Windows 2000 (2000) e Windows XP (2002).

O objetivo de criar um sistema de arquivos como o FAT32 foi substituir o sistema FAT16, que utiliza 16 bytes para o endereçamento de dados (ou seja, metade do FAT32), fazendo com que tenha muitas limitações para armazenamento. Isso, obviamente, o tornava obsoleto nos sistemas operacionais do início do milênio.

Funcionamento do FAT32

Todo o sistema de arquivos precisa ter uma estrutura e o FAT32 é estruturado em formato de tabela, por isso o nome. Nessa tabela, ele armazena as informações sobre a localização de cada arquivo dentro da unidade de mídia. Assim, é possível salvar, modificar ou remover o arquivo, localizando os dados do mesmo na tabela de alocação.

Como já explicamos anteriormente, o arquivo é dividido em blocos dentro da unidade e nem sempre é salvo por completo em blocos sequenciais. Isso faz com que o mesmo arquivo esteja espalhado em blocos por toda a unidade. Daí se faz a necessidade de uma tabela para localizar e juntar todas as partes do mesmo para que o usuário possar realizar o acesso.

FAT32 nos dias de hoje

Vários pendrives

Pendrives: a versão atual de dispositivos FAT32. (Imagem: Pokde/Reprodução)

FAT32 é um sistema de arquivos obsoleto. Para os HDs. Isso, porque a maioria dos sistemas não oferece suporte para FAT32 maiores que 32 GB, o que o torna impossível nos HDs atuais, que já estão na classe dos Terabytes.

Mas se você pensa que o FAT32 ficou abandonado, saiba que está enganado! Ainda é possível encontrá-lo em dispositivos portáteis, como pendrives e cartões de memória. Para esses dispositivos, é mais vantajoso ter um sistema rápido para acessar os dados, além de que a grande maioria deles (não todos) ainda não possui mais que 32 GB. Isso por enquanto, né?

Fontes

  • technet.microsoft.com/en-us/library/cc938937.aspx
  • msdn.microsoft.com/en-us/library/ee489982(v=winembedded.60).aspx
  • wizcode.com/articles/comments/a-brief-introduction-to-fat-file-allocation-table/
  • web.archive.org/web/20130930190707/http://www.cipa.jp/english/hyoujunka/kikaku/pdf/DC-009-2010_E.pdf

© 2017. Rede LAN Soluções em Informática.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s