Fontes de Computadores

fonte_atx

As fontes de alimentação são as responsáveis por distribuir energia elétrica a todos os componentes do computador. Por isso, uma fonte de qualidade é essencial para manter o bom funcionamento do equipamento.

Essencialmente, as fontes de alimentação são equipamentos responsáveis por fornecer energia aos dispositivos do computador, convertendo corrente alternada em corrente contínua, que é a tensão apropriada para uso em aparelhos eletrônicos.

Nos computadores, usa-se um tipo de fonte conhecido como “Fonte chaveada”. Trata-se de um padrão que faz uso de capacitores e indutores no processo de conversão de energia. A vantagem disso é  que há menos geração de calor, já que um mecanismo da fonte simplesmente desativa o fluxo de energia ao invés de dissipar um possível excesso. Além disso, há menor consumo, pois a fonte consegue utilizar praticamente toda a energia que “entra” no dispositivo.

Por se tratar de um equipamento que gera campo eletromagnético (já que é capaz de trabalhar com frequências altas), as fontes chaveadas devem ser blindadas para evitar interferência em outros aparelhos e no próprio computador.

Os dispositivos que compõem o computador requerem níveis diferentes de tensão para seu funcionamento. Por isso, as fontes de alimentação fornecem, essencialmente, quatro tipos de tensão (em Volts).

  • 5 V: Utilizada na alimentação de chips, como processadores, chipsets e módulos de memória;
  • – 5 V: Aplicada em dispositivos periféricos, como mouse e teclado;
  • 12 V: Usada em dispositivos que contenham motores, como o disco rígido (cujo motor é responsável por girar os discos) e drives de CD, DVD ou Blu-Ray (que possuem motores para abrir a gaveta e para girar a mídia);
  • – 12 V: Utilizada na alimentação de barramentos de comunicação, como o antigo ISA (Industry Standard Architecture).

Tensões fornecidas pela fonte

Os valores mostrados são usados no padrão de fonte conhecido como AT (Advanced Technology). No entanto, o novo padrão ATX (Advanced Technology Extended) apresenta mais uma tensão: a de 3,3 V, que passou a ser utilizada por chips (principalmente pelo processador), reduzindo o consumo de energia.

As fontes ATX também trouxeram um recurso que permite o desligamento do computador por software. Para isso, as fontes desse tipo contam com um sinal TTL (Transistor-Transistor Logic) chamado Power Supply On (PS_ON).

Esse sinal (PS_ON) pode mudar seu nível quando receber ordens de ativação ou desativação dos seguintes recursos:

  • Soft On/Off: Usado para ligar/desligar a fonte por software. É graças a esse recurso que o Windows ou o Linux consegue desligar o computador sem que o usuário tenha que apertar um botão do gabinete;
  • Wake-on-LAN: Permite ligar ou desligar a fonte por placa de rede;
  • Wake-on-Modem: Possibilitar ligar ou desligar a fonte por modem.

O sinal PS_ON depende da existência de outro: o sinal 5VSB ou Standby. Como o nome indica, esse sinal permite que determinados circuitos sejam alimentados quando as tensões em corrente contínua estão suspensas, mantendo ativa apenas a tensão de 5V. Em outras palavras, esse recurso é o que permite ao computador entrar em modo de descanso. É por isso que a placa de vídeo ou o HD podem ser desativados e o computador permanecer ligado.

Fontes

  • BARRETO, Lucio Sangoi. Apostila Curso Técnico em Redes de Computadores, 27/09/2007.

Todos os direitos reservados a Rede LAN Soluções em Informática. Proibida a cópia ou reprodução total ou parcial sem a devida autorização. © 2016.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s