Samba: A Conexão Entre Sistemas Operacionais

O Samba é um conjunto de ferramentas capaz de fazer a comunicação de sistemas Linux e Windows em uma única rede. Instalado em um servidor Linux, o Samba faz com que os clientes consigam trocar arquivos, independentes do sistema operacional que estiverem utilizando em suas máquinas. Utiliza os protocolos SMB e CIFS, equivalentes ao NetBEUI no Windows, para fazer o compartilhamento de arquivos (diretórios, impressões, dados). Atualmente, estamos na versão estável 4.2.2 do Samba, de maio/2015. 


Samba é um pacote de software que dá flexibilidade aos administradores de rede e liberdade em termos de instalação, configuração e escolha de sistemas e equipamentos. Por causa de tudo o que oferece, o Samba tem crescido em popularidade e continua a fazê-lo, todos os anos, desde o seu lançamento em 1992.

– Site Oficial do Samba

Com o Samba, é possível ter uma rede com Active Directory, por exemplo, além de realizar controles de acessos de usuários, criar um servidor de domínio, de impressão e tantas outras funcionalidades.

botao-samba

Uma das grandes vantagens de se ter um sistema de código livre é o valor investido no mesmo: zero. Além disso, a quantidade de invasões a sistemas baseados em UNIX é praticamente nula, visto a complexidade de segurança e a quantidade de usuários que utilizam o mesmo, que ainda é muito baixa.

Clique para ampliar

Um dos logos do Samba.

Origem do Samba

A origem do Samba se deu com Andrew Tridgell, em 1991, estudante da Australian National University. Andrew precisava utilizar um sistema Unix em seu computador para rodar em um DOS. Para isso, ele usou um sniffer para analisar o protocolo usado pela rede e, com seus conhecimentos em engenharia reversa, conseguiu fazer a interoperabilidade entre os sistemas.



Inicialmente o sistema não possuía um nome. Ao escolher um nome para batizar sua solução, Andrew queria que a mesma contivesse as letras S, M e B, que formam a sigla do protocolo utilizado. Foi aí que surgiu o nome Samba.

Conclusão

A solução dada por Andrew realmente foi inovadora e proporcionou ao mundo a interconexão entre sistemas operacionais. O sistema Samba é utilizado em todo o globo, provando que a solução foi realmente aplicável. Apesar da fama, existem outros sistemas que tem funções semelhantes, mas que não tem a aplicabilidade que o Samba proporciona. Se você é um administrador de rede, sabe do que estamos falando.

Até a próxima!

Ficou faltando alguma coisa? Não esqueça de comentar abaixo para que possamos aperfeiçoar o nosso conteúdo.

Fontes: pt.wikipedia.org, en.wikipedia.org, samba.org, guiafoca.org.
Autor: Esdras Nunes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s