O que é um Firewall?

Ver em inglês.

Provavelmente você já deve ter visto no seu computador alguma informação sobre firewall. Mas, você sabe o que ele é e para que serve? Veremos nesse post como ele funciona.

O Firewall significa “parede de fogo” e não possui esse nome à toa. Ele é um dispositivo de segurança, físico ou lógico, que tem a função de filtrar os pacotes de dados que entram e que saem do computador. Conforme as regras que são inseridas nele, o firewall verifica cada pacote que tenta entrar ou sair para identificar se este pode ou não seguir o seu caminho. 

firewallComo falamos, ele pode ser físico ou lógico. Se for físico, trata-se de um roteador ou um computador que fica conectado à sua rede para proteger todos os dispositivos desta. Por outro lado, pode ser apenas um software instalado em uma máquina. Neste último caso, irá proteger somente o computador aonde estiver instalado.

O Firewall é uma ferramenta muito importante para a segurança dos seus dados, mas não pode ser usado isoladamente. O anti-vírus não deve ser descartado para complementar a segurança. Estando os dois atualizados, funcionarão em harmonia. Obviamente, a certeza de segurança ao navegar na Internet nunca será plena e, mesmo estando instalados os anti-vírus e os firewalls devidamente atualizados, ainda assim não estaremos totalmente imunes.

Com a evolução da forma como usamos a Internet, foi necessária a inclusão nos sistemas operacionais de um firewall nativo. As pessoas começaram a utilizar cada vez mais a banda larga, trafegando uma quantidade muito maior de dados e, consequentemente, ficando mais suscetíveis a ameaças. Dessa forma, mesmo sendo um usuário comum e não sabendo da existência do firewall, você poderá ficar tranquilo. Nesse momento, o firewall está verificando todos os pacotes que entram e que saem do seu computador para fazer a liberação (ou não).

Exemplo de firewall físico (hardware).

Exemplo de firewall físico (hardware).

Entenda como funciona o seu firewall

Para esclarecer o entendimento, vamos imaginar que o firewall é um segurança de uma reunião de negócios. Nessa reunião, existe uma lista e a seguinte regra é passada ao segurança: “Só libere o acesso para as pessoas que estão na lista como permitidos”. Porém, nessa lista, o que define se a pessoa entra na reunião ou não é o número da cadeira que vai assentar. Contudo, nessa lista está constando que as cadeiras 25 e 8080 não podem entrar de jeito nenhum. Quando estes chegam à entrada, são impedidos de prosseguir e não entram na reunião.

Além disso, ainda estão no prédio os membros que participaram da reunião anterior e estes devem passar pelo mesmo segurança. Em uma outra lista na outra mão, o segurança tem descritos que os integrantes das cadeiras 80 e 442 da reunião anterior não podem sair do prédio. No momento em que estes forem passar pelo segurança para irem embora, serão barrados.

No exemplo acima, percebemos que o firewall verifica todas as entradas e saídas de dados, que no nosso exemplo foram substituídos por pessoas. Esse método não impede um hacker de chegar na reunião “disfarçado” como convidado e com o número da cadeira que deveria ser utilizada por essa pessoa. Nesse caso, o firewall permite o acesso e o seu sistema é invadido.

Na situação acima, exemplificamos as cadeiras como sendo as portas, mas é preciso que você entenda uma coisa: mesmo usando cadeiras, estas podem ser acessadas infinitamente, diferente de uma cadeira real, que só pode ser usada por uma pessoa. Não fique com a sensação de que a porta só serve para um único pacote. Isso não é verdade. É por isso que a porta possui esse nome: para qualquer um entrar ou sair.

firewall2

Os firewalls nativos, ou seja, aqueles que vem junto com o sistema operacional já tem uma predefinição de portas padrão que devem ser fechadas, pois nessas portas, geralmente, muitos hackers invadem o sistema.

Firewall: só é bom com anti-vírus!

Como vimos diversas vezes por aqui, sabemos que somente tendo o firewall e o anti-vírus atualizados funcionando na mesma máquina é que vamos ter um pouco mais de segurança.

firewall3Sendo assim, para que você se mantenha o mais longe possível das “sujeiras” da Internet, é necessário manter um anti-vírus e um firewall atualizados na sua máquina. Além disso, mantenha hábitos “saudáveis” para o seu computador. Esses hábitos serão estudados em breve. A todos um bom dia. Até a próxima!

Fontes

tecmundo.com.brtecmundo.com.brwindows.microsoft.compt.wikipedia.orgyoutube.com. Imagens: firewall 1, firewall físico, firewall 3, firewall 4.

Direitos reservados de Rede LAN Soluções em Informática. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s