Android

SmartphoneApesar de ser mais conhecido por seu magnífico mecanismo de buscas, o Google investe bastante nas mais diversas áreas. Em 2005 decidiram entrar para o ramo dos smartphones, ou celulares inteligentes, adquirindo a Android Inc., uma pequena empresa de desenvolvimento de sistemas embarcados.

Quando foi divulgado ao público, em 2007, o projeto acabou se revelando mais ambicioso. Ao invés de estarem simplesmente trabalhando em um modelo específico de smartphone, anunciaram um sistema operacional de código aberto, baseado em Linux.

Apesar de ter começado como um projeto particular, em novembro de 2007 o desenvolvimento do sistema foi transferido para a Open Handset Alliance, uma fundação sem fins lucrativos, que, além do Google, inclui outros diversos fabricantes de aparelhos, empresas de telefonia e de desenvolvimento de sistemas.

Logo do SO AndroidO Android é uma antítese do iPhone. Enquanto a Apple optou por manter um controle escrito sob sua plataforma, impondo restrições aos desenvolvedores e controlando a distribuição dos aplicativos, o Google optou por seguir exatamente o caminho oposto, criando um sistema aberto e incentivando a criação de aplicativos para a plataforma, inclusive com premiação em dinheiro.

Grande parte da estratégia do Google em relação ao Android é centrada no desenvolvimento de aplicativos por parte de outras empresas e programadores independentes. O Google entendeu que, assim como nos desktops, as plataformas de smartphones estão se consolidando e o mais importante passou a ser os aplicativos e não apenas o hardware ou as funções básicas do sistema. Tendo isso em mente, faz sentido quem sendo a última empresa a entrar no mercado, o Google seja quem está investindo mais pesado nessa frente, montando uma grande equipe de desenvolvimento, investindo em contatos com fabricantes e na divulgação do sistema e incentivando a participação externa.

Enquanto a Apple tenta restringir os desenvolvedores, com medo de que aplicativos ruins possam prejudicar a imagem da plataforma, o Google adotou uma atitude liberal, disponibilizando as ferramentas e deixando que tudo flua naturalmente. Para baixar o SDK do Android, basta acessar http://developer.android.com/sdk/index.html e começar a estudar o sistema.

Sobre o sistema Android

O primeiro aparelho comercial baseado em Android foi o HTC G1, que possuía tela touchscreen de 480 x 320 pixels, teclado QWERTY deslizante, câmera de 3.2 MP, Wi-Fi, Bluetooth, GPS e suporte a 3G.

O primeiro celular comercial baseado em Android.

O primeiro celular comercial baseado em Android.

A versão do Android incluída no G1 era uma versão bastante crua, que desempenhava bem suas funções básicas, mas ficava devendo recursos na sincronização e outras funções específicas. Diferentemente do Windows Mobile, ou mesmo do S60, que precisam de licenciamento, o Android pode ser usado sem custo nos aparelhos, o que representa uma redução considerável no preço final do aparelho. Isso explica como fabricantes como a Motorola e a Samsung tem investido na formação de grupos de desenvolvimento para trabalhar no Android, de forma a adaptá-lo a seus aparelhos e ter assim uma alternativa mais competitiva de sistema operacional. Como o sistema é de código aberto, existe também a possibilidade de portá-lo para diferentes plataformas conforme necessário.

Você pode estar se perguntando: “Como o Google consegue lucrar investindo em um sistema de código aberto para smartphones e depois distribuí-lo de graça?”. A resposta é que os aparelhos móveis são uma área bastante estratégica para a empresa, uma vez que estes aparelhos levam os produtos da Google junto com eles, como o Gmail, o Google Maps e o Google Docs, sem falar no mecanismo de busca.

Concluindo, o Android é, entre as plataformas atuais, a que mais tem potencial para evoluir. Ele tem a seu favor a constatação histórica de que as plataformas abertas tendem a prevalecer a longo prazo, conforme a tecnologia se populariza, pressionando os preços para baixo. Entretanto, com a abertura do Symbian, o Android tem um páreo duro, já que enfrenta outro sistema aberto. Quem tende a perder espaço no mercado são os aparelhos mais simples, conforme o crescimento de venda dos smartphones baseados em Android ou Symbian.

Modelos atuais

Confira alguns dos modelos atuais vendidos pelas principais companhias.

Dica: Clique na imagem do Smartphone para ver a imagem ampliada e conferir os detalhes desses aparelhos.

LG Optimus L4

LG Optimus L4

Motorola RAZR

Motorola RAZR

Samsung S4

Samsung S4

Fonte: Smartphones, guia prático / Carlos Eduardo Morimoto. – Porto Alegre: Sul Editores, 2009 (com adaptações e atualizações).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s